Giganto

Giganto
um projeto de Raquel Brust

 

 

Giganto é o projeto de instalação com fotografias hiperdimensionadas de Raquel Brust. O trabalho consiste em utilizar a arquitetura da cidade como suporte para uma exposição fotográfica que reage à paisagem e interage com o público.

A proposta é uma fotografia ativa, onde obra e espectador se confundem. Cada Giganto é único, pois o local onde será instalado inspira o tema e conduz a pesquisa pelos personagens. Diluindo barreiras entre arte, antropologia visual e intervenção urbana, o projeto propõe captar a potência dos olhares e revelar a essência dos retratados. Transformar pessoas comuns em gigantos é um processo que exige intimidade e se orienta pela valorização do indivíduo, de sua identidade e de sua memória. Para aqueles que participam do processo o retorno é imediato, tanto para os que estão envolvidos na produção e execução do projeto quanto para os que convivem com a obra. A paisagem é alterada e a arte é inserida no cotidiano da cidade, o que democratiza o acesso à cultura. Há uma ruptura na rotina e instantes de poesia são inseridos na vida das pessoas que caminham míopes pelas ruas.  Enquanto todos fazem parte de uma massa única e sem rosto, um Giganto é inserido como um alerta de que há complexidade em cada unidade, que há uma família em cada janela, de que cada um é único e merece atenção. Essa fotografia olha para o espectador, e o faz questionar sobre o cenário que está inserido.

As pessoas são vistas como esculturas trabalhadas pelo tempo, e cada traço manifesta o que há de mais precioso em suas almas. Esses retratos são carregados de emoção, e é por essa impactante forma de fotografar que a obra ganha mais força e a sua dimensão se justifica. Cada vida é uma luta, e cada Giganto evidencia sentimentos comuns à humanidade.  Além disso, a experiência de se tornar um Giganto altera a percepção de si mesmo, de sua singularidade e de como é visto pela sociedade. E não é somente quem está no retrato que é tocado por essa transformação, são também aqueles que se identificam com a imagem, que convivem com alguém parecido ou percebem na expressão do rosto gigante um sentimento compartilhado. Na era do culto à beleza a qualquer preço e da busca pela eterna juventude, o projeto substitui os modelos perfeitos das publicidade por pessoas reais que exibem sua materialidade e  impermanência.

O Giganto surgiu e foi premiado pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo em 2008. Já foi apresentado em exposições individuais no Sesc Bertioga (2013), Sesc Santana (2012), TED@São Paulo (2012), Festival Foto em Pauta (2012, Tiradentes), Festival Paraty em Foco (2011), Galeria Emma Thomas (2012, São Paulo); e nas nas coletivas Geração 00 – A Nova Fotografia Brasileira (2011) e Mostra Sesc de Artes (2010). Em outubro deste ano, o Giganto participa do festival PhotoEspaña.br, uma parceria entre Sesc e o festival internacional PhotoEspaña. A instalação ocupa todas as colunas de sustentação do Elevado Costa e Silva, o controverso Minhocão, no trecho da Av Amaral Gurgel e algumas colunas do trecho da Av São João.

 

Conheça mais sobre o PhotoEspaña.br que acontece de 23 de outubro a 25 de janeiro, no Sesc Consolação aqui

 

_______________________________________________________________________________________

Raquel Brust, jornalista formada pela PUC-RS, especializou-se em fotografia pela UFRGS e Unisinos e, atualmente é pós-grafuanda em fotografia pela FAAP. A artista atua como profissional multimídia com foco em fotografia e documentário. Desenvolveu uma linguagem híbrida entre relato e ficção, fotografia e vídeo, retratos e intervenção. Em 2006, mudou-se para São Paulo, onde reside e trabalha, para participar do Curso Abril de Jornalismo. Em 2008 começou a trabalhar com o cineasta Otavio Cury, entre os projetos destacam-se Constantino, filmado na Síria em 2010 e Expedicionários, filmado na floresta amazônica em 2009. Seu ensaio Giganto, desenvolvido desde 2008, é um exemplo de destaque entre suas experimentações. O projeto une fotografia digital, analógica, intervenção urbana, vídeo e antropologia visual. Giganto foi exposto em individuais no Sesc Bertioga (2013), Sesc Santana (2012), TED@São Paulo (2012), Festival Foto em Pauta (2012, Tiradentes), Festival Paraty em Foco (2011), Mostra Sesc de Artes (2010) e Galeria Emma Thomas (2009, São Paulo). Entre suas mostras coletivas destaca-se Geração 00 – A Nova Fotografia Brasileira exibida no Sesc Belenzinho (2011) e Transfer – arte urbana e contemporânea, transferências e transformações, exibido em 2010 no Pavilhão Das Culturas Brasileiras, São Paulo, Brasil e em 2008 no espaço Santander Cultural, Porto Alegre, Brasil. Em 2005 a artista expôs individualmente também Olho do Muro, no Centro Cultural Usina do Gasômetro, Porto Alegre, Brasil.

 

 

 

 

__________________________________

Giganto is a hyper dimensional photography intervention project that uses the urban scene and the city’s architecture as a platform for photographic exhibition. Creating an odd dialog with the environment, they generated a reflection about the life in the city and its scary structures.  Raquel Brust looking out in the own installation’s region the character that would become the Gigantos. The subject’s meeting with it’s amplify version it’s always exciting and transforming. Giganto brings faces that are scarfed by life, reveals deep looks that by getting this new dimension are finally seen.
The project is a hybrid result of fields, such as visual anthropology, photography and social communication to transit indifferent fields, such as visual anthropology, photography and social communication, from witch becomes mergeable and allows the articulation of an artistic speech of high political voltage and poetry at the same time.
Giganto emerged in 2008, was awarded by São Paulo’s Secretary of Culture, took part on the Mostra Sesc de Artes (Sesc Art Show) in 2010, on the Generation 00 – the New Brazilian Photography Exhibition in 2011, on the Paraty’s International Photography Festival in 2012 and Foto em Pauta in Tiradentes 2012.

__________________________________

PARTICIPE

vc também faz o Giganto! deixe seus comentários, dúvidas e críticas aqui no blog! Compartilhe nosso trabalho em suas redes sociais! E se tiver alguma foto com os Gigantos, envie pra gente no e-mail projetogiganto@gmail.com e use #projetogiganto ! Estamos montando uma galeria colaborativa! vai ser muito legal ver o que eles despertaram em você!!

https://www.facebook.com/projetogiganto

 

//www.facebook.com/plugins/likebox.php?href=http%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fplatform&width=192&colorscheme=light&show_faces=true&border_color&stream=false&header=false&height=258

9 Comments

  1. Pingback: Isso que é projeto de memória 2.0. “Todos somos giganto” | Pollyanaferrari's Blog

  2. Achei o máximo. Minha mãe participou e me avisou sobra a foto emprestada. Gostaria de visualizar o resultado dentro do projeto. O nome de minha mãe é Herminia de Oliveira Campos. Obrigada e parabéns pelo trabalho.

  3. Hoje estava escutando a Band News e o reporter Ricardo Boechat, recomendou e falou muito bem do seu trabalho. Não consegui ainda passar pelo minhocão para ver, mas entrei no seu site para conferir e realmente é um trabalho sensacional, gostei muito! Hoje sou aluna de fotografia na Panamericana de Artes e vendo um trabalho como o seu cada dia mais vejo que amo o que faço. Parabens pelo lindo trabalho!

  4. Pingback: Minhocão mostra sua cara | Coração da Paulista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>